Por onde passa a Responsabilidade Social...




Quando pensamos em responsabilidade social das empresas, associamos aos benefícios que estas podem ganhar no âmbito do marketing, o que de certa forma, pode tornar questionável o real interesse por uma causa. Já para não falar nas causas sociais de “modas”.

Sabemos que, a principal preocupação das empresas é a sua própria sustentabilidade,

gerar negócio para manter a saúde financeira equilibrada e progredirem.

Contudo, também sabemos que, o seu potencial de organização tem outras capacidades além de gerar negócios.

O genuíno interesse das empresas por uma causa tem de estar, antes de mais, incutida na estrutura da própria organização. A título de exemplo, como uma empresa pode participar numa campanha de reciclagem se a própria não põe em prática essa ação?


Como podemos exercer a responsabilidade social na própria empresa?

Basta estarmos atentos e observarmos. Seguem alguns exemplos: